Editora Instituto Francisca de Souza Peixoto

Francisco Inácio Peixoto

Nascido dentro do contexto cultural cataguasense e sendo parte de uma herança familiar empreendedora, o Instituto Francisca de Souza Peixoto não poderia deixar de navegar pela seara de Francisco Inácio Peixoto, escritor, poeta, contista, um dos fundadores da revista Verde e construtor de sonhos e palavras eternas.

A editora busca, e muitas vezes é encontrada, por autores que construíram seus nomes e fazem morada no difícil e fascinante mundo da literatura. Entre esses, muitos cataguasenses já garantiram a sua acolhida na editora do Instituto Francisca de Souza Peixoto.


Livro

Uma Vanguarda à Moda de Cataguases
Ana Lúcia Guimarães Richa

Com algumas paradas estratégicas no universo conceitual e histórico da modernidade artístico-literária de princípios do século XX, embarcamos na viagem que Ana Lúcia Guimarães Richa realiza entre a Paris das vanguardas históricas e a Cataguases do grupo da revista Verde...

Leia mais


Incursões na Biblioteca de Francisco Inácio Peixoto
Alcione Lidia Abreu Olivieri

Alcione Lidia Abreu Olivieri é graduada em Letras, especialista em Língua Portuguesa, e tornou-se mestre em Literatura Brasileira, pelo Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora, com esse Incursões na Biblioteca de Francisco Inácio Peixoto, que agora sai em livro...

Leia mais


Sul
Guilhermino Cesar

Enquanto a “fome do ouro” ainda continua a pertubar o mundo, este romance de 1939 leva o leitor até Morro Velho, uma “vila dormente” que sobrevive à mercê de uma companhia inglesa, dedicada à exploração das minas. Na esteira literária dos chamados “romances de trinta”, Guilhermino Cesar aqui se apodera de uma fração do coletivo, ampliando o território da ficção com dimensões peculiares da história brasileira.

Leia mais


O Movimento Modernista Verde, de Cataguases – MG: 1927 – 1929
Rivânia Maria Trotta Sant'Ana

“Em 1927, um grupo de jovens de uma cidadezinha da Zona da Mata mineira, chamada Cataguases, às margens dos rios Pomba e Meia-Pataca, resolveu criar um movimento literário modernista e sua Revista Mensal de Arte e Cultura, que receberam, ambos, o nome de Verde.” Inicia-se, assim, a apresentação do movimento modernista Verde, que lança luzes sobre fase importante da Literatura Brasileira, principalmente no que se refere às manifestações fora do eixo Rio-São Paulo...

Leia mais

Francisco Inácio Peixoto em prosa e poesia
Luiz Ruffato

Estas as primeiras linhas do poema que Drummond dedicou ao contemporâneo de lides poéticas e de ousadias modernistas. Mas o clarão que o texto de Francisco Inácio Peixoto certamente faz reverberar ao seu redor ficou por certo ofuscado, mesmo apagado, nestes bem contados quase 90 anos do Modernismo Brasileiro. Se o modernismo mineiro já vem sendo alvo de estudos freqüentes por parte da crítica acadêmica, muito ainda há que se divulgar de suas conquistas e desdobramentos...

Leia mais

Aspectos Surrealistas em O Agressor, de Rosário Fusco
Anice Mamede

Ao debruçar-se sobre a obra do impagável Rosário Fusco, lançando novas luzes sobre um gênio incompreendido da literatura brasileira, Anice Mamede contribui para o resgate de um autor, crítico e ensaísta instigantes. Sua obra, pela importância estética; e suas opiniões, pela agudeza, coerência e alta voltagem polêmica, merecem ser revisitadas como referenciais permanentes e elementos formadores da inteligência e bibliografia nacionais...

Leia mais

Dialeto do Corpo
Lina Tâmega Peixoto

Entre as possíveis damas da poesia cataguasense há uma prima-dona: Lina Tâmega Peixoto.
Não apenas por ser das vozes femininas a primeira cronologicamente, mas muito mais pela significação de seu contributo poético para as nossas letras.

Leia mais


Redescobrindo Cataguases
Revista de Educação Patrimonial

Contar sua própria história é uma característica de todos os povos do mundo, tenham ou não escrita. Foi por meio dessa máxima que desenvolvemos esse projeto.

Leia mais


Ascânio Lopes - todos os possíveis caminhos
Luiz Ruffato

Ascânio Lopes (1906-1929) era considerado um dos nomes mais expressivos do grupo que fundou a Revista Verde (1927-1929), órgão de repercussão das idéias modernistas em Cataguases (MG). Poeta, crítico e prosador...

Leia mais


O menino que procurava o reino da poesia
Joaquim Branco  

Que a poesia não existe não há quem duvide. Poucos, no entanto, sabem que a poesia tem reino. Leonardo sempre ouviu a professora falar desse reino. E, já que existia, o menino decidiu sair à procura. Num texto ágil e criativo, o poeta Joaquim Branco tece com mãos de mestre este belo e fascinante "O menino que procurava o reino da poesia" ...

Leia mais

Livro dos Poemas
Francisco Marcelo Cabral  

Sou cataguasense, safra 1930, aprendi a ler sozinho, me ensinaram a escrever, primeiro, minhas professoras D. Ruymar, D. Sílvia e D. Lyra; depois o professor Gradim... e muitos outros professores, cada qual muito interessado em me afastar das "trevas" da ignorância, porque certamente eu era mais ignorante do que eles. E isso parece que os incomodava, porque todos estiveram muito envolvidos nesse processo de treinamento ...

Leia mais

Os Ases de Cataguases
Luiz Ruffato  

Onde foram buscar suas fontes aqueles rapazes, nos idos de 1920? Como era Cataguases naquele tempo? Que sonhos vivia a juventude, nascida de raízes cafeeiras, e cujos pais procuravam no comércio, na indústria e na política novos ares?

Como arrumaram suas idéias, qual o contexto social em que viviam ...

Leia mais

Passagem para a Modernidade
Joaquim Branco

Esta obra vem preencher uma lacuna nos estudos de Literatura Brasileira, ao trazer à tona a memória do movimento Verde, que revolucionou o pensamento estético doas anos 20 no interior mineiro, estendendo-se além das fronteiras nacionais.

A significativa presença do movimento Verde, nascido em Cataguases ...

Leia mais

Roteiro do Sagrado
Adalgisa Arantes Campos

Ouro Preto, por sua importância cultural, tem propiciado o surgimento de vasta bibliografia, principalmente nas últimas décadas, voltada para a investigação nos campos da história e da arte. Monografias, ensaios, documentação diversa para divulgação pela mídia são, cada vez mais, produzidos ...

Leia mais

Dicionário Bibliográfico
Antônio de Paiva Moura

Nascido em Moeda, Minas Gerais, em 13 de junho de 1939, Antônio de Paiva Moura é mestre em História pela PUCRS/ UNIBH, de 1998 a 2000. Pesquisador de História do Arquivo Público Mineiro, de 1974 a 1989. Professor de História da Arte da Escola Guignard - UEMG, desde 1969. Diretor da Escola Guignard - UEMG, de 1969 a 1973. Professor de História de Minas, no UNI-BH, desde 1977. Colaborador da Revista "Aula Magna" do UNI-BH, de 1994 a 1999 ...

Leia mais



CD-Rom

Quadrilátero Ferrífero
As Minas Gerais

Seja bem-vindo à Biblioteca Interativa "As Minas Gerias". A internet é assim, como diz o Poeta, porta sem tranca. Hoje nos encontraremos em capelas, portais e armários. O Quadrilátero Ferrífero de Minas Gerais, região geológica de características únicas no mundo, e onde se encontram as maiores riquezas artísticas e arquitetônicas do barroco brasileiro.

Leia mais

Região Diamantina e Sertões
As Minas Gerais 

A frustração do movimento chamado Inconfidência Mineira e a conseqüente repressão aos derrotados foram responsáveis por uma verdadeira diáspora no território de Minas.

A população urbana transformou-se em rural (CARRATO, J.F. 1968). Em pouco tempo uma nova ordem se estabelece formando o poder dos municípios nas mãos dos futuros coronéis ...

Leia mais



Vídeo

Glória
Mário de Oliveira

Natural de Lins, SP. Um dos mais conceituados artistas plásticos contemporâneos. Sua pintura tem tendências impressionistas.

Artista de grande versatilidade. Dedica-se a todos os gêneros de pintura, mas tem preferência pela paisagem brasileira.


Leia mais




Instituto Francisca de Souza Peixoto
Praça Manoel Inácio Peixoto, 96 centro
Cataguases MG  CEP: 36770-073
CNPJ: 03.206.485/0001-62  TEL: (32) 3421-4941
Envie sua opinião

instituto@chica.com.br      Livro de Visitas